contain  multitudes  •  por  Padma  Dorje  •  fundado  em  2003
contain  multitudes
HomeBudismoÁudio e vídeoTendrelO politicamente correto no budismo

O politicamente correto no budismo

Como o budismo vê expressões como “lugar de fala” e o cuidado com o uso da linguagem que pode possuir interdependência racista ou de outros tipos de preconceitos?

Clickbait
Quem fala o que quer...

mp3 do podcast.

Iluminação? Depois do Futebol — O lado politicamente incorreto do budismo (texto sobre DJKR de autoria de Padma Dorje e Bruno Galera).

Budista de direita é fajuto (texto de Padma Dorje).

A beleza da futura Dalai Lama (vídeo do Canal Tendrel).

O uso do termo “oriental”: o politicamente correto e o budismo (texto de Padma Dorje em tzal.org).




Por favor, ajude o canal o assinando, curtindo os vídeos e comentando.

• Para receber informações sobre a produção de Padma Dorje, assine o boletim informativo

• Por favor ajude este site e o canal no YouTube a continuarem oferecendo conteúdo.

Lista completa de vídeos no canal tendrel, com descrição.

• Visite o Canal Tendrel no YouTube.

Contribuições e perguntas podem ser feitas por email padma.dorje@gmail.com.

Este é um comentário sobre uma colocação de Dzongsar Khyentse Rinpoche no Facebook em 2019 onde ele trata das distorções nas adaptações do darma à modernidade onde o conceito de “superstição” é aplicado ao budismo sem o contexto cultural adequadamente traduzido. Ele chama essa prática de uma forma de genocídio cultural “pacífico”. Rinpoche critica a atitude subserviente à ciência de alguns budistas modernos.tzal.org

Superstição, imperialismo cultural e reprodutibilidade

Este é um comentário sobre uma colocação de Dzongsar Khyentse Rinpoche no Facebook em 2019 onde ele trata das distorções nas adaptações do darma à modernidade onde o conceito de “superstição” é aplicado ao budismo sem o contexto cultural adequadamente traduzido. Ele chama essa prática de uma forma de genocídio cultural “pacífico”. Rinpoche critica a atitude subserviente à ciência de alguns budistas modernos.
Por que devemos ser discretos com certos ensinamentos, e qual é o sentido do segredo no budismo.Buda Virtual

Spoilers do darma: arruinando a própria prática (e a dos outros)

Por que devemos ser discretos com certos ensinamentos, e qual é o sentido do segredo no budismo.
Como os primeiros contatos do budismo com o iluminismo e a filosofia de Schopenhauer deixaram marcas que vivem até hoje na visão popular e acadêmica, e sobretudo na produção textual sobre o assunto em línguas, três ondas de distorção do budismo no ocidenteocidentais.Buda Virtual

Três ondas de distorção do budismo no ocidente A 1ª onda: a distorção dos filósofos

Como os primeiros contatos do budismo com o iluminismo e a filosofia de Schopenhauer deixaram marcas que vivem até hoje na visão popular e acadêmica, e sobretudo na produção textual sobre o assunto em línguas, três ondas de distorção do budismo no ocidenteocidentais.
Será mesmo correto dizer que o budismo é um caminho espiritual? A palavra “metafísica” realmente se aplica, em qualquer sentido, ao darma? Examinando mais uma vez as armadilhas do colonialismo universalista que apropriou o darma sob vários vieses e formas no ocidente nos últimos 200 anos.tzal.org

Metafísica espiritual budista?

Será mesmo correto dizer que o budismo é um caminho espiritual? A palavra “metafísica” realmente se aplica, em qualquer sentido, ao darma? Examinando mais uma vez as armadilhas do colonialismo universalista que apropriou o darma sob vários vieses e formas no ocidente nos últimos 200 anos.



Se você vê mérito nos tópicos tratados, divulgue -- comente e partilhe nas redes sociais. É uma prática de generosidade que ajuda na minha própria prática de generosidade de produzir e disponibilizar esse conteúdo. Outras formas de ajudar.


Tigela de esmolas para contribuições.

Ajude tzal.org (contribuições mensais):

• PayPal, em qualquer valor acima de 10 reais

• Stripe, 30 reais por mês

• Mercado pago, contribuição mensal de qualquer valor.


Para contribuição única:

• Pelo PIX

• PayPal

• Stripe

• Mercado Pago



todo conteúdo, design e programação por Eduardo Pinheiro, 2003-2024
(exceto onde esteja explicitamente indicado de outra forma)

Esta obra é licenciada em termos da CC BY-NC-ND 4.0 Creative Commons. Atribuição. Não comercial. Sem derivações.



Por favor, quando divulgar algo deste site, evite copiar o conteúdo todo de um texto; escolha um trecho de um ou dois parágrafos e coloque um link. O material aqui é revisado constantemente, e páginas repetidas na internet perdem ranking perante o Google (a sua e a minha).