contain  multitudes  •  por  Padma  Dorje  •  fundado  em  2003
contain  multitudes
Home > Budismo > Áudio e vídeo > Tendrel > Budismo e colonialismo

Budismo e colonialismo

Os espectros do universalismo e do perenialismo, bem como as tentativas sempre frustrantes de encaixar o budismo nas categorias de religião, espiritualidade, filosofia e ciência.

Clickbait
Budismo enviesado pelo opressor

mp3 do podcast.

A tolerância totalitária do universalismo (texto de Padma Dorje no Papo de Homem)

Para o budismo, só o Buda Salva? (texto de Padma Dorje no Papo de Homem)

As três ondas de distorção do budismo (texto de Padma Dorje no Papo de Homem)

Artigos e vídeos sobre distorções do darma (em tzal.org e no Canal Tendrel)

Artigos e vídeos sobre universalismo (em tzal.org e no Canal Tendrel)





Por favor, ajude o canal o assinando, curtindo os vídeos e comentando.

• Para receber informações sobre a produção de Padma Dorje, assine o boletim informativo

• Por favor ajude este site e o canal no YouTube a continuarem oferecendo conteúdo.

Lista completa de vídeos no canal tendrel, com descrição.

• Visite o Canal Tendrel no YouTube.

Contribuições e perguntas podem ser feitas por email padma.dorje@gmail.com.


tzal.org

O budismo é o que eu acho?

Muita gente acha que pode fazer um caminho budista customizado para si, de acordo com suas necessidades. No entanto, o próprio Buda não ensinou assim.
Buda Virtual

“Ninguém Consegue ser Tão Puro”
Moralismo, Radicalismo e Atrofia Ética

Com a morte de Deus no séc. XIX, a paulatina ressignificação da ética e do sentido acabou levando, por um lado, ao liberalismo amoral pseudo-darwinista e individualista (“a promoção da competição entre as pessoas deixa a sociedade mais eficiente e justa”), e por outro, a uma tentativa construção de “ética secular”. Isso acabou colocando o ensinamento empírico e ateísta do Buda na posição incomum de única panaceia infalível com relação a esses dois extremos. No entanto, na mentalidade corriqueira, o budista é visto como um perfeccionista moral – de quem tanto se cobra as mais absurdas santidades, quanto de quem, por isso mesmo, se naturalmente desconfia como necessariamente hipócrita. Esses extremos, no entanto, são apenas óbvios frutos do julgamento precipitado de ignaros levianos e crentes do lugar-comum.
Buda Virtual

Em busca do “budismo original”

Entre as muitas concepções equivocadas sobre o darma, algumas estão relacionadas a visões historicistas dos ensinamentos. Por exemplo, por cerca de quase dois séculos se acreditou, devido ao trabalho de eruditos e entusiastas ocidentais, que o cânone em páli, um conjunto de escrituras budistas preservado pela tradição Theravada, fosse o mais próximo dos primeiros registros escritos dos ensinamentos do Buda. Isto porém, foi refutado por evidências arqueológicas. Quais as implicações desta novidade para o praticante ou admirador dos ensinamentos do Buda?
tzal.org

Rime, o movimento não sectário

No séc. XIX alguns lamas defenderam abertamente as visões minoritárias produzindo edições de textos e mantendo transmissões de tradições a vias de desaparecimento, seja por perseguição, seja por enfraquecimento interno. Como é que muitas vezes, ao ser não sectário, somos acusados de sectarismo? Como é que muitas vezes ao sermos supostamente isentões, estamos na verdade nos comprometendo com um dos lados?




Se você vê mérito nos tópicos tratados, divulgue — comente e partilhe nas redes sociais. É uma prática de generosidade que ajuda na minha própria prática de generosidade de produzir e disponibilizar esse conteúdo. Outras formas de ajudar.


tzal.org é produzido por
Padma Dorje.

padma.dorje@gmail.com

chave PIX

boletim informativo






QR-code para fazer contribuição pelo PIX
(ou use a chave conexoesauspiciosas@gmail.com)




Ajude tzal.org (contribuições mensais):

PayPal, em qualquer valor acima de 10 reais

PagSeguro, contribuição mensal de 20 reais.

Mercado pago, contribuição mensal de qualquer valor.


Para contribuição única:

Pelo PIX

PayPal

PicPay

PagSeguro

Mercado Pago



todo conteúdo, design e programação por Eduardo Pinheiro, 2003-2021
(exceto onde esteja explicitamente indicado de outra forma)
Licença Creative CommonsEste obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional.

Por favor, quando divulgar algo deste site, evite copiar o conteúdo todo de um texto; escolha um trecho de um ou dois parágrafos e coloque um link. O material aqui é revisado constantemente, e páginas repetidas na internet perdem ranking perante o Google (a sua e a minha).

https://tzal.org/budismo-e-colonialismo/