contain  multitudes  •  por  Padma  Dorje  •  fundado  em  2003
contain  multitudes
Home > Budismo > Artigos > Jack Kerouac e o Budismo

Jack Kerouac e o Budismo


“Já leu o livro Os Vagabundos do Dharma The Dharma Bums' de Jack Kerouac? Qual a ligação deste livro com o darma?”

Basicamente Kerouac se interessou pelo budismo por um período nos anos 50, até uns 5 anos antes de sua morte, no fim dos anos 60. O conhecimento de budismo dele era superficial, e um tanto distorcido.

Esse livro é da primeira fase de deslumbre dele em contato com alguns textos budistas — ele não chegou a conhecer um professor ou ouvir uma palestra (exceto de D. T. Suzuki, que não é um professor budista reconhecido, e tem problemas graves), ou sequer fazer prática em grupo.

Allen Ginsberg, no entanto, lá pelos anos 70 finalmente veio a consolidar o entendimento do budismo e seguir um professor, se tornando alguém que tinha uma noção leiga, mas válida, do budismo, e um praticante.

Eu não tomaria Dharma Bums como indicador de qualquer coisa sobre o dharma, apenas um indicador do interesse de Kerouac e outros beats no assunto. Um dos personagens no livro é inspirado em Gary Snyder, que viveu um tempo no Japão e também é (está vivo) hoje um bom praticante e conhecedor (embora nos anos 50, seja difícil precisar exatamente o quanto ele já entendia, e ele foi sem dúvida caricaturado no livro de Kerouac.)

• Leia tembém 3a. onda: A distorção dos descolados.


tzal.org

Superstição, imperialismo cultural e reprodutibilidade

Este é um comentário sobre uma colocação de Dzongsar Khyentse Rinpoche no Facebook em 2019 onde ele trata das distorções nas adaptações do darma à modernidade onde o conceito de “superstição” é aplicado ao budismo sem o contexto cultural adequadamente traduzido. Ele chama essa prática de uma forma de genocídio cultural “pacífico”. Rinpoche critica a atitude subserviente à ciência de alguns budistas modernos.
tzal.org

Ler sobre budismo é suficiente?

É possível apenas ler e refletir, e então praticar o budismo, sem conhecer a comunidade?
Buda Virtual

“O Livro Tibetano dos Mortos”
como Apropriação Cultural

Não existe “livro tibetano dos mortos”. O texto a que se deu esse título não foi escrito com necessariamente os mortos em vista, nem é tibetano no sentido de ser aceito por toda a cultura tibetana.
Buda Virtual

Três ondas de distorção do budismo no ocidente
A 1ª onda: a distorção dos filósofos

Como os primeiros contatos do budismo com o iluminismo e a filosofia de Schopenhauer deixaram marcas que vivem até hoje na visão popular e acadêmica, e sobretudo na produção textual sobre o assunto em línguas ocidentais.

• Budismo

Artigos

A Pseudo-espiritualidade do Rudra “Osho”

Acumulando Méritos

Artigos sobre budismo em outros websites

Ausência de eu, identidade e interdependência

Bodisatva Petralha

Buda Rebelde: minha experiência de tradução do livro e algo sobre as quatro confianças

Budismo e Palavras Carregadas

Budismo e Segredo

Budismo e jogos

Budista de direita é fajuto

Citações budistas curtas

Conversa sobre sectarismos e conceptualização

Delusão: como a mente se engana

Distorções Comuns

Estratégias Tabajara da McMindfulness

Estudo de O Farol da Certeza de Mipam

Força própria vs. força do outro

Fé e inserção do budismo tibetano no mundo moderno

Iluminação? Depois do Futebol

Jack Kerouac e o Budismo

Lista das paramitas e algumas considerações sobre tradução

Mal tocou no gelo e já se acha geladeira

No que depositar confiança?

Notas sobre o Encontro Ocidente e Oriente na PUC-RS

O Triste Caso de Nellson Ribeiro (“Padma Querido”)

O que é “realização” no budismo?

O sentido do termo “reificar”

O uso do termo “oriental”: o politicamente correto e o budismo

O “problema difícil” e o budismo

Peculiaridade e Vazio

Por que a experiência é superior à inferência?

Por que o darma não é relativista

Prostrações

Qual o problema com Alan Watts?

Recomendações de livros sobre budismo

Recomendações para quem quer iniciar no budismo

Renúncia, compaixão e visão pura

Sobre o Madhyantavibhanga de Maitreya

Sugestão de Termo: “Nontologia”

Taxonomias do Darma do Buda

Uma Definição de Budismo

Uma Resposta sobre Nichiren

Viver o Momento

“A mente cria tudo”? Não como você pensa

Perguntas & Respostas




Se você vê mérito nos tópicos tratados, divulgue — comente e partilhe nas redes sociais. É uma prática de generosidade que ajuda na minha própria prática de generosidade de produzir e disponibilizar esse conteúdo. Outras formas de ajudar.
tzal.org é produzido por
Padma Dorje.

e-mail

boletim informativo




Banco do Brasil (001)
ag 3.240-9 cc 123.017-4



Sugestões de patronagem recorrente (mensal):








todo conteúdo, design e programação por Eduardo Pinheiro, 2003-2020
(exceto onde esteja explicitamente indicado de outra forma)
Licença Creative CommonsEste obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional.

Por favor, quando divulgar algo deste site, evite copiar o conteúdo todo de um texto; escolha um trecho de um ou dois parágrafos e coloque um link. O material aqui é revisado constantemente, e páginas repetidas na internet perdem ranking perante o Google (a sua e a minha).

https://tzal.org/jack-kerouac-e-o-budismo/