Home > Budismo > Traduções > Uma Oração para Afastar a Guerra Nuclear

Uma Oração para Afastar a Guerra Nuclear

Por Chatral Rinpoche

Namo Guru Ratnatraya!
Ao Mestre e às Três Jóias eu me prostro.

Verdadeiro Guia desta era dourada, Coroa dos Sakyas!
Segundo Buda, Príncipe de Oddiyana, Vajra nascido do Lago.
Bodhisattvas — os oito herdeiros espirituais mais próximos
Nobres e elevados Avalokitesvara e Manjushri, Vajrapani e demais!
21 Taras, Hostes de Anciões Nobres,
Lamas Raíz e da linhagem, deidades iradas e pacíficas!
Dakinis em suas três moradas! (A terra, os céus e os mundos emanados!)
Vocês, que por sabedoria e carma tornaram-se protetores da doutrina!
Guardiões das direções!
Setenta e cinco protetores gloriosos !
Vocês que são clarividentes, poderosos, mágicos e vigorosos!
Vigiem e protejam os seres desta era de turbulências!

Somos os seres que nasceram neste triste final dos tempos;
Um oceano de efeitos danosos transborda de nossas ações,
universalmente más.
As forças da luz bruxuleiam,
As forças da escuridão, um exercito de demônios,
inflama os homens poderosos e tirânicos.
Eles se erguem em conflito, munidos de armas nucleares,
que desintegram a terra.
A arma de intenções corrompidas e perversas,
desencadeia o furação.
Breve, num único instante, reduzirá o mundo e
todos ali presentes a átomos de poeira.
Ao considerar esta terrível ferramenta do mal
é fácil contemplar sobre pessoas ignorantes,
que, presas de rede de confusão e dúvida,
são obstinadas e recusam-se a compreender.
Meramente ouvir falar ou lembrar desta coisa
sem precedentes nos aterroriza.

O mundo está cheio de incertezas,
Mas não há como evitá-las, e não há espaço para a esperança alguma,
com a exceção das infalíveis Três Jóias e Três Raízes.
Caso choremos a vocês como crianças chamando por seus pais,
Caso implorermos com esta prece,
Não esqueçam dos votos que tomaram!
Estendam a mão mitigante da compaixão!
Protejam e acolham a nós, seres indefensos, e libertem-nos do medo!
Enquanto os poderosos bárbaros reunem-se em conselhos de guerra
— estes bárbaros que roubam a terra de todo seu prazer e felicidade.
— estes bárbaros que tem pensamentos errôneos, grosseiros e venenosos.
Tragam seus chefes e generais
para o lado da paz e da felicidade!
Pacifiquem num só instante a luta armada que nos obstaculiza!
Derrotem as armas atômicas
dos mensageiros do mal, e as afastem de nós.
E por este poder, concedam longa a vida aos virtuosos,
E disseminem a teoria e a prática do Darma do Buda
aos quatro cantos deste vasto mundo!
Eliminem as raízes, os galhos e as folhas
— até mesmo os nomes —
destas forças da escuridão, tanto humanas quanto não-humanas,
que sustentam ódio por outros seres e pelos ensinamentos!
Difundam amplamente a felicidade e o bem
por sobre este frágil planeta!
Elevem-no verdadeiramente com os quatro tipos de esplendor!
E, como na era dourada, com o fim de todo conflito,
Que nos ocupemos apenas com a dança do prazer, a dança do regozijo!
Com pensamentos puros oramos que,
pela compaixão deste oceano dos três refúgios supremos
E pelo poder do Reino da Verdade;
A verdade completa e sublime,
Realize a meta desta nossa oração
Magicamente, exatamente como nos temos almejado e sonhado!

Traduzido do tibetano por Richard Kohn e Lama Tsedrup Tharchin. Traduzido ao português por Padma Gonpo em 2001, e refinado por Padma Dorje em 2016.

Que todos os seres sejam felizes!




Some content is available in English.

Assine nossas notificações por email:




ou assine nosso feed.


Se você vê mérito nos tópicos tratados, divulgue — comente e partilhe nas redes sociais. É uma prática de generosidade que ajuda na minha própria prática de generosidade de produzir e disponibilizar esse conteúdo. Outras formas de ajudar.


Ao clicar no curtir/like acima você curte o site todo, para curtir o conteúdo especifico, procure pelo botão ao final do texto.



autor

tzal.org é produzido por Padma Dorje.

e-mail

@pdorje on twitter

perfil no Facebook







patronagem


Banco do Brasil (001)
ag 3252-2 cc 23.017-0


Banrisul (041)
ag 0100 cc 35.220.185.0-6



atividade recente
direitos
todo conteúdo, design e programação por Eduardo Pinheiro, 2003-2016 (exceto onde esteja explicitamente indicado de outra forma)
Licença Creative Commons

Esta obra é licenciada com a Creative Commons Atribuição: Uso não comercial, compartilhamento pela mesma licença 3.0 Unported License

Por favor, quando divulgar algo deste site, evite copiar o conteúdo todo de um texto; escolha um trecho de um ou dois parágrafos e coloque um link. O material aqui é revisado constantemente, e páginas repetidas na internet perdem ranking perante o Google (a sua e a minha).