contain  multitudes  •  por  Padma  Dorje  •  fundado  em  2003
contain  multitudes
Home > Pessoal > Livros que me marcaram

Livros que me marcaram

This page has an English counterpart. (Esta página tem uma versão em inglês).

Aqui listo livros que fizeram diferença na minha vida. Alguns livros importantes e clássicos que cheguei a ler mas não me surpreenderam ou impactaram tanto não são mencionados. Os links são, em sua maioria, para a amazon no Brasil. Para comprar na amazon estadunidense, use a versão desta página em inglês. Nasci em 1975.

Caso você esteja atrás de recomendações de livros budistas, fiz uma página específica para isto. Veja também a página onde listo os livros que estou lendo neste momento.



1982-1985 (alfabetização)

Emily Reed
Deixem Papai Dormir! (Let Papa Sleep!)1Minha vó lia para mim 10, 15 vezes por dia.

Maria Dinorah
O Galo Superdotado2Primeiro livro que li.

Ziraldo
O Menino Maluquinho

Maria José Dupré
A Ilha Perdida3E muitos outros da Coleção Vaga-lume.

Aldous Huxley
Admirável Mundo Novo (Brave New World)4Por essa época me tornei agnóstico, ao ler sobre o avô de Aldous. Só vim a me tornar ateu (me libertei da ideia de Deus, e de uma certa ideia de destino e "está escrito", bem como a noção de que o mundo obedece a leis matemáticas) quando comecei a praticar o budismo.

Erico Veríssimo
Viagem à Aurora do Mundo

Luís Fernando Veríssimo
O Analista de Bagé5E uns 20 outros do Veríssimo que a biblioteca da escola disponibilizava.

Erich von Däniken
Eram os Deuses Astronautas6Minha primeira introdução a retórica repetitiva e vazia. Experiência formativa muito importante.

Shere Hite
Relatório Hite7Ambos o do homem e o da mulher, eram literatura erótica deliciosa aos 9 anos de idade.

Emily Bronte
O Morro dos Ventos Uivantes

Matthew Gaines
Energia Atômica (Atomic Energy)8E muitos outros da coleção Prisma da Melhoramentos.

Vários contribuintes
Enciclopédia Delta Universal9Invejava quem tinha Barsa, depois quem tinha Britannica, agora amo a Wikipedia.


1985-1990

Marcelo Rubens Paiva
Blecaute

Machado de Assis
Memórias Póstumas de Brás Cubas
Quincas Borba

Isaac Asimov
O Colapso do Universo (The Colapsing Universe)
Poeira de Estrelas (The Stars, Like Dust)10E mais uns 50 do bom doutor... Houve tempo que tudo que eu lia e queria ler era Asimov. Comecei com os livros de divulgação, e tinha certo nojinho de Ficção Científica — foi esse o livro que começou minha derrocada do hard para o soft.

Eisberg
Fundamentos da Física Moderna (Fundamentals of Modern Physics)

Carl Sagan
Cosmos

Ray Bradbury
F de Foguete (R Is For Rocket)

Gilberto Schoereder
Ficção Científica

Fritjof Capra
O Tao da Física (The Tao of Physics)11Fui adepto do famigerado "misticismo quântico" até 1997, quando larguei a mentalidade New Age.

Gabriel Garcia Marquez
Cem Anos de Solidão

Carlos Castañeda
Viagem a Ixtlan (Journey to Ixtlan)

Dostoiévski
Os Melhores Contos de Dostoiévski

Kurt Vonnegut Jr.
Cama de Gato (Cat's Cradle)

Jorge Luis Borges
O Aleph (O Aleph)


1990-1997

Herman Hesse
O Lobo da Estepe

Tom Wolf
O Teste Do Ácido Do Refresco Elétrico (The Kool-Aid Acid Test)

Jack Kerouac
On the Road

C. G. Jung
Memórias, Sonhos e Reflexões
Psychology of the Unconscious (Símbolos da Transformação, Símbolos e Transformações da Libido ou, ás vezes, Psicologia do Inconsciente)
Aion, Researches on the Phenomenology of Self

Aleister Crowley
The Book of Lies

Timothy Leary
Flashbacks

Douglas Hofstadter
Gödel, Escher, Bach: An Eternal Golden Braid

Douglas Hofstadter & Daniel C. Dennett
The Mind's I

Joseph Campbell
O Poder do Mito (The Power of Myth)

Robert Anton Wilson
Schrodinger's Cat Trilogy

Philip K. Dick
Ubik (Ubik in English)12The Man in the High Castle (O Homem Do Castelo Alto), A Scanner Darkly (O homem duplo) e Clans of the Alphane Moon (Clãs da lua de alfa) são outros favoritos de K. Dick.

Kurt Vonnegut Jr.
Sirens of Titan: A Novel (As Sereias de Titã)13Slaughterhouse Five (Matadouro 5), Slapstick or Lonesome no More, Galapagos e Breakfast of Champions (Café da manhã dos campeões) são outros favoritos do Vonnegut.

Umberto Eco
Foucault's Pendulum (O Pêndulo de Foucault)

Mircea Eliade
Yoga: Immortality and Freedom (Ioga: Imortalidade e Liberdade)14Primeiro contato com o vajrayana, Padmasambava, os Mahasiddhas.


1997-2010

Samuel Bercholz, Sherab Chödzin Kohn, and Bernardo Bertolucci
O Pequeno Buda (Entering the Stream: An Introduction to the Buddha and His Teachings)

Chogyam Trungpa
Além do Materialismo Espiritual (Cutting Through Spiritual Materialism)15The Profound Treasury of the Ocean of Dharma (3 vols), O Mito da Liberdade (The Myth of Freedom), Lion's Roar, Journey Without a Goal, Orderly Chaos: The Mandala Principle, Louca Sabedoria (Crazy Wisdom) e Transcending Madness são outros favoritos do Trungpa Rinpoche.

Chagdud Tulku Rinpoche
Portões da Prática Budista (Gates to the Buddhist Practice)

Patrul Rinpoche
Words of my Perfect Teacher (As palavras do meu professor perfeito)

Dudjom Rinpoche
Perfect Conduct: Ascertaining the Three Vows

Vários contribuintes
Encyclopedia of Eastern Philosophy and Religion

Keith Dowman
Sky Dancer
Buddhist Masters of Enchantment
The Divine Madman

B. Alan Wallace
Choosing Reality: A Buddhist View of Physics and the Mind

Dalai Lama
Bondade, Amor e Compaixão (Kindness, Clarity, Insight)
O Tantra no Tibete (Tantra in Tibet)

Erik Pema Kunzang
Advice from the Lotus Born (Ensinamentos do mestre que nasceu do lótus)

Tsele Natsok Rangdrol
Empowerment and the Path of Liberation

Tulku Thondup
Hidden Teachings of Tibet

Robert Thurman
The Central Philosophy of Tibet (ou Speech of Gold na edição indiana)

Ray Monk
O Dever do Gênio (The Duty of Genius)

Erik Pema Kunzang & Marcia Binder Schmidt
Blazing Splendor: the memoirs of the Dzogchen Yogi Tulku Urgyen Rinpoche

Diana Mukpo
Dragon Thunder: my life with Chögyam Trungpa

Dzongsar Khyentse Rinpoche
What Makes you Not a Buddhist (O que faz você ser budista)


2010-2015

Donald S. Lopez (comentador e tradutor)
The Madman's Middle Way

Thinley Norbu Rinpoche
Cascading Waterfall of Nectar16Small Golden Key, Welcoming Flowers Across the Threshold of Hope são outros do Thinley Norbu Rinpoche que li nesse período.

Anthony Storr
Feet of Clay: Saints, Sinners and Madmen: A Study of Gurus

Dzongsar Khyentse Rinpoche
Not for Happiness, A Guide to the So-Called Preliminary Practices (Não É Para a Felicidade. Um Guia Para as Chamadas Práticas Preliminares)

Janet Gyatso
Apparitions of the Self: The Secret Autobiographies of a Tibetan Visionary

Thomas Cleary (trad.)
The Blue Cliff Record

Geoff Dyer
Zona: A Book About a Film About a Journey to a Room

Padmakara Translation Group
Introduction to the Middle Way: Chandrakirti's Madhyamakavatara with Commentary by Ju Mipham

Padmakara Translation Group
The Adornment of the Middle Way: Shantarakshita's Madhyamakalankara with Commentary by Jamgon Mipham

Douglas Duckworth
Jamgon Mipam: His Life and Teachings

Dudjom Rinpoche
The Nyingma School of Tibetan Buddhism: Its Fundamentals and History


2015-

John W. Pettit
Mipham's Beacon of Certainty: Illuminating the View of Dzogchen, the Great Perfection

Ivan Illich
Deschooling Society

Traleg Kyabgon Rinpoche
Karma: What It Is, What It Isn't, Why It Matters

Dzongsar Khyentse Rinpoche
The Guru Drinks Bourbon?

Padmakara Translation Group
The Wisdom Chapter: Jamgön Mipham's Commentary on the Ninth Chapter of The Way of the Bodhisattva

Donald S. Lopez Jr.
Gendun Chopel: Tibet's Modern Visionary

Thinley Norbu Rinpoche
A Brief Fantasy History of a Himalayan: Autobiographical Reflections17Gypsy Gossip and Other Advice, Magic Dance: The Display of the Self-Nature of the Five Wisdom Dakinis, Echoes: The Boudhanath Teachings, White Sail: Crossing the Waves of Ocean Mind to the Serene Continent of the Triple Gems, Sunlight Speech That Dispels the Darkness of Doubt: Sublime Prayers, Praises, and Practices of the Nyingma Masters.

Matthieu Ricard
Enlightened Vagabond: The Life and Teachings of Patrul Rinpoche

 

Os livros do dharma supracitados são livros que considero profundos, mas que também me deram prazer de ler. Há muitos outros que são igualmente ou até mais importantes, mas que podem ser difíceis de assimilar.

No final da lista, a partir de 2010, os únicos que não são do darma são a biografia de Wittgenstein, o Zona do Geoff Dyer, (sobre um filme que Dzongsar Khyentse Rinpoche adora), e o Deschooling Society que eu deveria ter lido 20 anos atrás. Feet of Clay foi recomendação de Khyentse Rinpoche, então se torna darma.

...

Lembrando de novo, caso você esteja atrás de recomendações de livros budistas, fiz uma página específica para isto. Veja também a página onde listo os livros que estou lendo neste momento.

Última alteração da página referente a esta URL em 2018-09-09 03:10:25.



1. ^ Minha vó lia para mim 10, 15 vezes por dia.

2. ^ Primeiro livro que li.

3. ^ E muitos outros da Coleção Vaga-lume.

4. ^ Por essa época me tornei agnóstico, ao ler sobre o avô de Aldous. Só vim a me tornar ateu (me libertei da ideia de Deus, e de uma certa ideia de destino e "está escrito", bem como a noção de que o mundo obedece a leis matemáticas) quando comecei a praticar o budismo.

5. ^ E uns 20 outros do Veríssimo que a biblioteca da escola disponibilizava.

6. ^ Minha primeira introdução a retórica repetitiva e vazia. Experiência formativa muito importante.

7. ^ Ambos o do homem e o da mulher, eram literatura erótica deliciosa aos 9 anos de idade.

8. ^ E muitos outros da coleção Prisma da Melhoramentos.

9. ^ Invejava quem tinha Barsa, depois quem tinha Britannica, agora amo a Wikipedia.

10. ^ E mais uns 50 do bom doutor... Houve tempo que tudo que eu lia e queria ler era Asimov. Comecei com os livros de divulgação, e tinha certo nojinho de Ficção Científica — foi esse o livro que começou minha derrocada do hard para o soft.

11. ^ Fui adepto do famigerado "misticismo quântico" até 1997, quando larguei a mentalidade New Age.

12. ^ The Man in the High Castle (O Homem Do Castelo Alto), A Scanner Darkly (O homem duplo) e Clans of the Alphane Moon (Clãs da lua de alfa) são outros favoritos de K. Dick.

13. ^ Slaughterhouse Five (Matadouro 5), Slapstick or Lonesome no More, Galapagos e Breakfast of Champions (Café da manhã dos campeões) são outros favoritos do Vonnegut.

14. ^ Primeiro contato com o vajrayana, Padmasambava, os Mahasiddhas.

15. ^ The Profound Treasury of the Ocean of Dharma (3 vols), O Mito da Liberdade (The Myth of Freedom), Lion's Roar, Journey Without a Goal, Orderly Chaos: The Mandala Principle, Louca Sabedoria (Crazy Wisdom) e Transcending Madness são outros favoritos do Trungpa Rinpoche.

16. ^ Small Golden Key, Welcoming Flowers Across the Threshold of Hope são outros do Thinley Norbu Rinpoche que li nesse período.

17. ^ Gypsy Gossip and Other Advice, Magic Dance: The Display of the Self-Nature of the Five Wisdom Dakinis, Echoes: The Boudhanath Teachings, White Sail: Crossing the Waves of Ocean Mind to the Serene Continent of the Triple Gems, Sunlight Speech That Dispels the Darkness of Doubt: Sublime Prayers, Praises, and Practices of the Nyingma Masters.


YouTube

Credenciais Budistas e Níveis de Iluminação

Quais são os níveis de realização no budismo? Como eles estão ligados a credenciais institucionais? Quais as distorções comuns em torno dessas ideias?
Papo de Homem

Intempéries Portoalegrenses

Minha relação com tempestade ocorrida em Porto Alegre em janeiro de 2016.
Papo de Homem

Utopia, distopia e ficção científica

Particularmente com relação a como a tecnologia afeta nossa humanidade, a ficção científica tem nos preparado desde que Mary Shelley escreveu Frankenstein. Esse é o tema central desse gênero de literatura fantástica: seja ele mais crítico e desconfiado com a tecnologia, seja ele progressista, deslumbrado e propagandista com a mesma.
Papo de Homem

Kurt Vonnegut Jr.: elegia ao humano

E então o sujeito no 138 disse: “Você gosta de Isaac Asimov e Monty Python? Puxa, você não conhece Kurt Vonnegut Jr.? Você vai adorar, ele tem um humor seco, e uma imaginação fantástica. Mas procure ler em inglês, porque o humor dele não passa bem na tradução.”



Se você vê mérito nos tópicos tratados, divulgue — comente e partilhe nas redes sociais. É uma prática de generosidade que ajuda na minha própria prática de generosidade de produzir e disponibilizar esse conteúdo. Outras formas de ajudar.
tzal.org é produzido por
Padma Dorje.

e-mail

boletim informativo

Tendrel: conexões auspiciosas
canal no YouTube




Banco do Brasil (001)
ag 3.240-9 cc 123.017-4



Sugestões de patronagem recorrente (mensal):








todo conteúdo, design e programação por Eduardo Pinheiro, 2003-2018
(exceto onde esteja explicitamente indicado de outra forma)
Licença Creative CommonsEste obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional.

Por favor, quando divulgar algo deste site, evite copiar o conteúdo todo de um texto; escolha um trecho de um ou dois parágrafos e coloque um link. O material aqui é revisado constantemente, e páginas repetidas na internet perdem ranking perante o Google (a sua e a minha).

https://tzal.org/livros-que-me-marcaram/