contain  multitudes  •  por  Padma  Dorje  •  fundado  em  2003
contain  multitudes
Home > Budismo > Traduções > Contos de um Vagabundo Iluminado > A Mãe de um Lama

A Mãe de um Lama

O vagabundo iluminado Patrul e seu discípulo Lungtok viviam no deserto próximo ao mosteiro Gémang situado no leste do Tibete, mantendo-se com provisões escassas e meditando na Dzogpa Chenpo, a inata Grande Perfeição. Manteiga de iaque era um bem de valor entre os pastores nômades de Kham e frequentemente utilizada como base de troca.

CERTA VEZ PATRUL RINPOCHE E NYOSHUL Lungtok estavam em retiro num isolado eremitério nas montanhas em Dzachuka. A mãe do Lungtok enviou-lhe de muito longe uma grande quantidade de ótima manteiga de iaque, que ela havia dolorosamente extraído dia após dia do leite fresco com suas próprias mãos idosas. Ele imediatamente ofereceu a manteiga a seu professor.

Patrul exclamou, "Ah-zi! Vê só como tua velha mãe gosta de ti! Não posso aceitar este presente."

Alguns dias depois, Patrul perguntou a Lungtok, "Tu lembras da tua mãe em tuas orações?"

"Eu penso nela, mas não muito," Lungtok confessou.

"Que vergonha!" berrou Patrul. "Ela te colocou neste mundo e fez de tudo por ti quando tu eras um nenê indefeso. Por sete dias deves meditar apenas na incomparável bondade da tua mãe."

Em uma semana, o obediente discípulo obteve um claro entendimento da bondade de sua mãe e consequentemente da bondade de todos os seres, já que todos já foram nossas mães uma vez ou outra ao longo dos infindáveis renascimentos. A gratidão desabrochou no coração de Lungtok, e uma experiência muito profunda do altruísmo da bodicita surgiu em sua mente tal como a aurora de um dia ensolarado; suas aspirações prévias de emancipar todas as criaturas vivas sem exceção como um bodisatva foram imensamente aperfeiçoadas.

Nyoshul relatou isto a Patrul, que comentou, "Como Shantideva disse, 'Não há nada que não se torne possível através da meditação; tudo se torna fácil através da familiarização.' É muito ruim que a maioria das pessoas não meditem, se o fizessem progrediriam rapidamente até a iluminação."

Então Patrul rezou em voz alta:

Possam todos os seres ter felicidade
e as causas da felicidade;
Possam todos os seres estarem livres do sofrimento
e das causas do sofrimento;

Possam todos os seres manterem-se inseparáveis da
completude eterna e harmonia;
Possam todos os seres descansarem na equanimidade imparcial
e na paz interior.

Através de seus poderes de clarividência, Patrul sabia que a mãe de Lungtok não estaria por muito tempo neste mundo. Ele disse ao seu aluno, "Apesar de anteriormente ter te instruído a não aceitar oferendas, agora tu deves aceitar oferendas e levá-las como presentes para tua mãe."

Nyoshul Lungtok viajou pelo deserto para ver sua mãe antes que morresse. Ele a presenteou com tudo que os fiéis de Dzachuka tinham lhe oferecido e trouxe alegria a ela em seus últimos momentos. Quando ela estava no leito de morte, ele a guiou aos renascimentos superiores.

Lungtok sentiu-se extremamente grato a seu professor pelo bem de sua mãe e ficou satisfeito de realizar os desejos de seu mestre. Depois desta ocasião, ele não acumulou mais posses. Retornando ao retiro nas montanhas, ele logo atingiu à iluminação.





Se você vê mérito nos tópicos tratados, divulgue — comente e partilhe nas redes sociais. É uma prática de generosidade que ajuda na minha própria prática de generosidade de produzir e disponibilizar esse conteúdo. Outras formas de ajudar.
tzal.org é produzido por
Padma Dorje.

e-mail

boletim informativo

Tendrel: conexões auspiciosas
canal no YouTube




Banco do Brasil (001)
ag 3.240-9 cc 123.017-4



Sugestões de patronagem recorrente (mensal):








todo conteúdo, design e programação por Eduardo Pinheiro, 2003-2019
(exceto onde esteja explicitamente indicado de outra forma)
Licença Creative CommonsEste obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional.

Por favor, quando divulgar algo deste site, evite copiar o conteúdo todo de um texto; escolha um trecho de um ou dois parágrafos e coloque um link. O material aqui é revisado constantemente, e páginas repetidas na internet perdem ranking perante o Google (a sua e a minha).

https://tzal.org/a-mae-de-um-lama/