contain  multitudes  •  por  Padma  Dorje  •  fundado  em  2003
contain  multitudes
Home > Budismo > Traduções > As Vidas dos 84 Mahasiddhas > 02. Lilapa

02. Lilapa

O Hedonista da Realeza

No mais rápido dos Quatro Estados Incomensuráveis
Um rei iogue reina como um leão da neve.
O leão é coroado com as cinco mechas da sua juba de turquesa;
A coroa do iogue é a insígnia quíntupla do estado desperto.
As dez presas do leão rasgam a carne do boi até os ossos;
As dez perfeições de iogue cortam as emoções negativas.
Com essa realização, Lilapa atingiu a liberdade.

Reclinado em seu trono de leão certo dia, um rei do sul da Índia recebeu a visita de um sábio iogue. O rei se compadeceu do iogue. “Que grande sofrimento você deve passar a vagar de país em país nesse seu estado miserável,” disse o rei.

“Não sofro de forma alguma,” respondeu o iogue. “Quem é merecedor de compaixão é você.”

“Porque diz isso?” Retruca o rei, muito surpreendido.

“Você vive com pavor de perder o reino, e cheio de medo de enfrentar a raiva do seu séquito. É assim que sofre. Enquanto eu não me queimaria nem que pulasse no fogo; não morreria nem se tomasse veneno; estou livre do sofrimento até mesmo de velhice e morte. Possuo o segredo alquímico da imortalidade.”

O rei ficou profundamente impressionado pelo iogue, e com essa fé conquistada, ele disse, “Obviamente para mim me seria impossível copiar o seu estilo de vida itinerante, mas se for possível que eu pratique sentado no meu trono aqui no palácio, eu imploro, por favor, conceda-me as instruções necessárias.”

O rei se prostrou em súplica humilde, e o iogue concedeu o seu pedido. O rei recebeu iniciação da deidade Hevajra e instruções sobre a prática de meditação em Hevajra, e então ele entrou num estado de absorção meditativa unifocado.

A partir daí o rei meditou no seu trono de leão, reclinado em almofadas de seda, cercado de rainhas e ministros, e sendo entretido pelos músicos da corte, que tocavam uma variedade de instrumentos. Ele tornou-se conhecido como Lilapa devido a sua evidente apreciação pelos prazeres sensoriais e pelo seu fascínio pela beleza.

A instrução de meditação de Lilapa era a concentração inabalável sobre o anel que usava na mão direita. Depois de estabilizar esta concentração, ele passou a visualizar Hevajra cercado do seu séquito de deidades dentro do anel. Quando ele conseguiu estabilizar esta visualização, através da unificação do estágio do desenvolvimento com o estágio da consumação, a realização brotou espontaneamente. Com o surgimento dessa sabedoria ele atingiu o poder e realização de Mahamudra, bem como muitas outras qualidades, tais como poderes místicos.

A história de Lilapa demonstra que quando a instrução do Guru e a aspiração bem motivada e propensão cármica do discípulo se encontram, não há necessidade de renunciar ao deleite dos prazeres sensoriais para atingir a liberação. Lilapa se tornou conhecido no mundo todo pelos seus maravilhosos atos altruístas, e então finalmente atingiu a liberação última no reino puro das Dakinis.

Traduzido por Padma Dorje em 2010, a partir de Masters of Mahamudra e Buddhist Masters of Enchantment, de Keith Dowman, Buddha's Lions: The Lives of the Eighty-Four Siddhas, de Abhayadatta, traduzido por James B. Robinson e Empowered Masters, de Ulrich Von Schroeder. Por favor envie sugestões e correções para padma.dorje@gmail.com. Alterado em 2017-11-07 16:26:34.782164.





Se você vê mérito nos tópicos tratados, divulgue — comente e partilhe nas redes sociais. É uma prática de generosidade que ajuda na minha própria prática de generosidade de produzir e disponibilizar esse conteúdo. Outras formas de ajudar.
tzal.org é produzido por
Padma Dorje.

e-mail

boletim informativo

Tendrel: conexões auspiciosas
canal no YouTube




Banco do Brasil (001)
ag 3.240-9 cc 123.017-4



Sugestões de patronagem recorrente (mensal):








todo conteúdo, design e programação por Eduardo Pinheiro, 2003-2019
(exceto onde esteja explicitamente indicado de outra forma)
Licença Creative CommonsEste obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional.

Por favor, quando divulgar algo deste site, evite copiar o conteúdo todo de um texto; escolha um trecho de um ou dois parágrafos e coloque um link. O material aqui é revisado constantemente, e páginas repetidas na internet perdem ranking perante o Google (a sua e a minha).

https://tzal.org/02-lilapa/